Enfermagem na Neonatologia






Avanços terapêuticos na área neonatal têm propiciado a redução da morbidade e da mortalidade dos recém-nascidos prematuros ou com patologias complexas. A Neonatologia constitui um corpo de conhecimento específico, sendo necessária a capacitação dos profissionais para atuação na área.

É importante o reforço de atitudes e procedimentos, especialmente dos profissionais de saúde em relação à permanência e participação dos pais nos cuidados nas UTIs e após a alta hospitalar, além de chamar a atenção para a importância da construção do plano de alta.

Um dos profissionais que compõe a equipe multidisciplinar é o enfermeiro neonatal. Via de regra, ele é responsável por coordenar e planejar todo o atendimento do recém-nascido, organizando a sua rotina na UTI — bem como as visitas familiares — e auxiliando as mães durante a amamentação.

Além disso, ele deve ter o cuidado de promover uma adaptação saudável da criança ao novo ambiente em que está inserida, sobretudo se ela apresentar dificuldades de respiração, icterícia e complicações para manter ou aumentar o peso. Tudo isso pode ser feito em conjunto com outros profissionais e, principalmente, com a família do recém-nascido.

Abaixo, alguns pontos que contribuem para uma menor permanência hospitalar do recém-nascido, com redução não só de gastos, mas também de complicações e número de mortes, além de garantir uma alta segura e detectar situações especiais que devem ser tratadas de forma particularizada.

• Permanência e participação dos pais nos cuidados durante toda a internação do RN
• Elaboração do plano de alta, ainda que não haja data prevista, com a participação e preparação dos pais
• Garantir a alta segura do RNPT
• Garantir cuidados progressivos na unidade neonatal e o seguimento ambulatorial

Os enfermeiros têm papel importante no atendimento ao RN e aos seus pais. Além do papel de cuidadores durante todo o período de permanência do recém-nascido na unidade, têm grande influência na presença e na participação dos pais nos cuidados dispensados aos seus filhos. Além disso, a oportunidade e a responsabilidade de serem educadores durante a internação e preparar os pais para o cuidado domiciliar.




Eu sou a Dani, a atendente do Quero Conteúdo. Se você quiser ter conteúdo sobre esse tema para estudo, entre em contato pelo Whatsapp ou email do site . Conheça também nossa página de materiais educativos gratuitos .

Dicas para profissionais
  • Drives GRATUITOS de Enfermagem
  • Curso Atendimento Pré Hospitalar de Excelência
  • Minicurso de Enfermagem na Oncologia
  • 500 ebooks sobre Enfermagem

  • Comente:

    Nenhum comentário