Importância da NANDA-I na Enfermagem





As doenças respiratórias têm sido uma das principais causas de morbidade e mortalidade em muitos países.

São doenças respiratórias aquelas que acometem o trato e órgãos superiores ou inferiores das vias aéreas podendo ocorrer um processo inflamatório infeccioso ou não infeccioso, sofrendo a influência de patógenos, fatores alérgenos e traumas podendo ser, ainda, agudas ou crônicas.

Acesse materiais para estudo na Enfermagem

A presença de distúrbios respiratórios repercute não apenas na saúde do indivíduo, mas pode afetar a dinâmica familiar, as atividades da vida diária e, por fim, em sua qualidade de vida. Tais condições geram problemas ou situações clínicas pelas quais os enfermeiros são responsáveis por tratar e acompanhar sua evolução. Se não tratadas de forma adequada e se a assistência de enfermagem não for bem implementada, os pacientes podem evoluir com várias complicações, sejam elas agudas ou crônicas que podem levar à hospitalização frequente. Para efetuar uma assistência de enfermagem de qualidade os enfermeiros dispõem de ferramentas que os auxiliam no processo de tomada de decisão. Algumas dessas ferramentas incluem o Processo de Enfermagem que, quando executado com a utilização de sistemas de linguagem padronizadas, incluindo a de diagnósticos de enfermagem da NANDA-I, proporcionam uma assistência de forma sistemática e dinâmica, promovendo a humanização e o direcionamento dos resultados garantindo a segurança do paciente.

Atualmente, a grande responsável por categorizar e padronizar o diagnóstico de enfermagem a nível global é a Associação Americana de Diagnóstico de Enfermagem (conhecida como NANDA International ou NANDA-I),

A NANDA-I define os diagnósticos de enfermagem como ''julgamentos clínicos sobre as respostas do indivíduo, da família ou da comunidade a problemas de saúde reais ou potenciais e proporcionam as bases para as seleções de intervenções de enfermagem para alcançar resultados pelos quais o enfermeiro é responsável''. A exatidão dos diagnósticos de enfermagem é importante porque constitui a base para a escolha das intervenções e dos resultados de enfermagem nos diversos âmbitos do cuidado.

Esse sistema de classificação já é o mais utilizado no mundo. Ele é composto por:

Título, que deve trazer uma frase curta ou um termo que represente um padrão de indicadores relacionados;
Definição, que consiste em uma descrição clara e precisa do diagnóstico realizado;
Características definidoras, que são as evidências clínicas ou sintomas observados. Elas são agrupadas como manifestações de um diagnóstico de enfermagem – focando no problema, síndrome ou bem-estar.

Na taxonomia da NANDA-I, os focos diagnósticos são classificados em domínios e classes.

Ao todo, ela conta com 234 diagnósticos de enfermagem categorizados, sendo agrupados em 13 domínios e 47 classes.

O conhecimento dos principais diagnósticos de enfermagem apresentados por pacientes com distúrbios respiratórios são importantes para a prática dos enfermeiros que cuidam destes pacientes, pois permite a escolha de ações direcionadas aos problemas de sua clientela.




Dicas para profissionais
  • Receba Notícias da Enfermagem por Email
  • Drives GRATUITOS de Enfermagem
  • Curso Atendimento Pré Hospitalar de Excelência
  • Seleção de Livros de Enfermagem
  • Minicurso de Enfermagem na Oncologia
  • 500 ebooks sobre Enfermagem

  • Comente:

    Nenhum comentário